Maio 28, 2018

Transformação da Carrinha # 4 – O Isolamento

Pé na estrada! (4)

     O isolamento é um dos assuntos que gera ”mais discussão” quanto se transforma uma carrinha, sobretudo porque há muitas opções e nem sempre é fácil escolher o material ideal.

     Neste artigo vamos abordar este tema  e explicar o porquê das nossas escolhas.

     Antes de mais é preciso perceber que o isolamento vai permitir que consigamos manter temperaturas mais agradáveis no interior da carrinha, pois vai servir como barreira do frio que entra pelo exterior e do calor que produzimos no interior ( e vice-versa).

     Escusado será dizer que não é um bom isolamento que vai fazer com que tenhamos a carrinha quente no Inverno ou fria no Verão, para isso é necessário uma fonte de calor ou de arrefecimento, o que o isolamento vai fazer é tornar mais fácil as temperaturas desejadas. 

Materiais Isolantes

     Existem no mercado vários materiais isolantes disponíveis, com diferentes preços, finalidades.. Para uma escolha consciente e fundamentada é necessário estar atento a alguns factores e o mais importante é o R – Value (valor da resistência térmica), que basicamente é uma medida que nos diz o grau de eficiência desses mesmos materiais.

     Explicando da maneira mais simples, este valor diz-nos a capacidade que X material tem em resistir à passagem do calor, e está directamente relacionada com a espessura do material. 

Vê aqui uma tabela com o valor de resistência térmica dos diferentes materiais

llllll

     EPS – Poliestireno Expandido

     Este material é o que vulgarmente chamamos por ”Esferovite”, é uma solução barata e fácil de encontrar. No entanto em sítios curvos ou de mais difícil acesso não dá para aplicar e absorve um pouco a humidade.

     Acabámos por usar este material no chão mas se fosse hoje, tínhamos usado o XPS, apenas porque pela diferença de preços compensa.

2-5-cm-de-B2-class-xps-isolamento-isolamento-de-telhado-materiais-de-isolamento-para-quente

XPS – Poliestireno Extrudido

     Este é o material que é mais usado na transformação de carrinhas, sobretudo devido à relação qualidade/preço. É semelhante ao EPS, só que é mais denso, absorve menos a humidade e tem um valor R um pouco maior.

     É ideal para os painéis e as áreas maiores da carrinha.

19112394-0100-400x400-painel-de-isolamento

     Lã Rocha

     A Lã Rocha é um material feito da junção de fibras, que proporciona uma boa resistência térmica e é ideal para por nos sítios de mais difícil acesso. No entanto na nossa opinião, quando em contacto com água e com a humidade, tende a absorver.     

     Devido às fibras é preciso ter alguma atenção quando se aplica e se possível usar máscara.

Cortiça

     A cortiça também é um bom isolante, ecológico e com boa resistência à água, mas para obter uma boa camada é preciso gastar bastante dinheiro.

icynene-3

Espuma Expansiva

     Há quem decida isolar a carrinha toda com espuma expansiva, sendo para isso necessário recorrer a um profissional

     Para os sítios de mais difícil acesso, ou para o espaço que por vezes fica entre o isolamento principal, esta é a melhor opção.

ga4000_3

Celotex

     Em Inglaterra e noutros paises, as pessoas usam bastante este material, chamado Celotex.

     Este material a nivel de Resistência Térmica é o que apresenta melhor desempenho, e basicamente é algo do género do XPS mas mais evoluído. 

     A questão é que é muito difícil de encontrar em Portugal e os preços são bastante altos.

A nossa escolha

     Nós acabámos por usar três tipos de isolamento diferentes.

     Em primeiro lugar e a ocupar a maior parte dos sítios, usámos o XPS de 30mm e 40mm porque oferece a melhor relação qualidade/preço, é relativamente fácil de cortar, de aplicar e é resistente à água. 

     Depois em alguns pontos curvos, usámos lã rocha, e por fim em todos os espaços que faltaram, usámos espuma expansiva

1º Passo

     O primeiro passo é decidir que isolamento usar, e começar a cortar. 

     No nosso caso usámos o XPS, e tentámos cortar o mais à medida possível, o que nem sempre é fácil porque a carrinha tem muitos relevos.

     É importante tentar cortar os painéis o máximo à medida possível, porque o isolamento vai servir como uma barreira, e no final todos os sítios devem estar tapados. 

     Como a nossa cama vai ficar de lado (largura) na parte de trás, precisamos no mínimo que ela tenha 175cm para podermos dormir confortavelmente, e se isolássemos tudo com XPS isso não ia acontecer, pelo que fizemos um género de ”reentrância”, onde usámos Lã rocha porque é mais moldável e ocupa melhor os relevos da estrutura da carrinha.

     Com esta solução dos dois lados conseguimos poupar entre 8/10 centímetros, o que não parece muito mais vai fazer a diferença no final.

2º Passo

     Depois de cortar é altura de colocar os painéis de XPS nas paredes da carrinha.

     No nosso caso apenas colámos os do tecto, isto porque os restantes painéis  depois de postos não se mexem. Fizemos Lisboa-Leiria-Lisboa com o isolamento todo posto nas paredes e nenhum dos painéis caiu… Pelo que resolvemos não nos preocupámos com a colagem.

     Para a cola surtir efeito é necessário ficar a pressionar durante algum tempo, pelo que com umas ripas de madeira fizemos uns pontos de pressão no XPS.

3º Passo

     Depois de ter os painéis todos colocados, é preciso colocar espuma expansiva em todos espaços que ficaram sem isolamento. 

     É preciso ter algum cuidado com a espuma, porque primeiro ela expande bastante e se por acaso por posta num sitio demasiado pequeno e ”fechado” pode amolgar a carrinha e ficar visível da parte de fora. 

     Isto não nos aconteceu mas lemos em alguns sítios que isto podia acontecer, pelo que fica aqui o aviso.

4 º Passo

     O último passo é colocar a barreira anti-vapor, esta barreira vai fazer com que a humidade dos banhos, da respiração e dos cozinhados não passe para o isolamento e para a chapa, onde pode gerar problemas.

     Os fios eléctricos, a canalização do gás e da água vai ser posta agora, por cima da barreira anti-vapor, isto porque na nossa opinião assim torna-se mais fácil se no futuro for preciso trocar ou resolver algum problema.

     Deixamos aqui alguns vídeos e artigos que usámos para ”formar” um pouco a nossa opinião, que juntamente com a nossa experiência pessoal e com o que perguntamos a quem percebe do assunto nos fizeram tomar estas decisões a nível do isolamento. 

Videos/artigos de apoio

Preço dos materiais

  • Placa de XPS 125x60x3cm x 20 : 60€
  • Placa XPS 125x60x3cmn : 12 €
  • Lã Rocha : 18€
  • Barreira anti-vapor 30m2 : 42 €
  • Espuma expansiva x3 : 9€
  • Espuma para colar Poliestireno : 8€
  • Total : 149€

outros Artigos

se tiveres alguma dúvida, ou quiseres colocar alguma questão, é só deixar aqui um comentário ou enviar-nos um e-mail para worldonmyway@worldonmyway.com

8 comentários em “Transformação da Carrinha # 4 – O Isolamento

  • A janela lateral e a janela do tejadilho já vinha na carrinha ou foram vocês que colocaram? Se sim era interessante também mostrarem os passos utilizados.
    Tenho uma duvida recorrente quando vejo estes projetos, a carrinha é comercial é preciso (ou vão fazer) fazer alguma alteração legal para ter em conta as modificações na carrinha, vejo bastantes projetos do género mas fico com a ideia de que esse passo não é feito, isto no caso de inspeção, operação stop ou mesmo até a nível de seguro se alguém levanta problemas?

    • Boas Tiago, não fomos nós que fizemos mas vamos colocar à mesma os passos !
      E sim é preciso legalizar, brevemente vamos colocar um artigo sobre isso, visto que estamos a meio do processo.

  • Muito bom, parabéns pelo projeto e pela partilha.
    A autovivenda vai ser homologada ou vai ficar clandestina 😅?
    Quais os valores para a homologação?
    Obrigado abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *