Viver numa autocaravana/van ? Prós e Contras

Nos últimos 4 anos, passámos grande parte do nosso tempo dentro de uma autocaravana.

Primeiro quando fizemos a nossa viagem de 9 meses pela Europa, e em seguida quando transformámos a nossa carrinha numa autocaravana para servir em parte, como ‘casa longe de casa’, enquanto o Miguel tira um curso superior.

Esta nossa experiência em viver numa autocaravana divide-se portanto em duas componentes bem diferentes, que é viver enquanto se viaja, e por outro lado, viver numa autocaravana como se de uma casa fixa se trata-se. Para quem tiver mais interesse na componente de viagem pode dar uma vista de olhos neste artigo, onde damos algumas dicas para viajar de Autocaravana pela Europa.

Neste artigo vamos abordar mais a segunda vertente, ou seja, utilizar a autocaravana como segunda ou primeira habitação, enquanto se vive uma vida normal, quer seja a trabalhar ou a estudar.

No nosso caso, nos últimos 2 anos temos vivido provavelmente uns 250 dias/ano na nossa casa sobre rodas por vezes estamos os dois, outras vezes apenas o Miguel, pelo que não vivemos em ”full-time” na autocaravana, o que consideramos ser um ponto bastante importante, que é o facto de termos também, uma casa sem rodas dita ‘normal’, o que nos oferece uma segurança bastante maior do que vivermos totalmente na autocaravana, mas já aprofundamos este tema um pouco mais à frente.

Quando regressámos da viagem de autocaravana, o Miguel inscreveu-se na faculdade, e foi tirar um curso superior a 200km de casa, e tendo nós acabado de viver 9 meses dentro de uma autocaravana, nem pensámos noutra opção que não fosse fazer o mesmo durante os próximos 3 anos, desta vez numa carrinha construída por nós.

Embora esta opção tenha surgido naturalmente, a verdade é que representa uma grande poupança mensal pois embora tenhamos tido um investimento inicial a fazer a carrinha, não temos que pagar uma renda de casa/quarto, nem despesas. A única despesa que temos é o gás, e como apenas é utilizado para o fogão, uma botija dura cerca de 6 meses.

Na cidade onde estamos com a autocaravana, os quartos rondam os 250€ + despesas, o que faz com que durante os 3 anos, a poupança seja no mínimo de 7500€, a isto soma-se a independência e o bem estar que temos, ao vivermos no nosso próprio espaço, ao contrário de ter que dividir o espaço com outras pessoas, por vezes bem diferentes de  nós a nível de comportamentos, higiene…

Vantagens

A grande vantagem em viver numa autocaravana, ao invés de numa casa/quarto alugado é sem dúvida a parte financeira, pois permite que não se tenha a despesa de ter uma renda de casa fixa. Para além disto soma-se o facto de não se pagar eletricidade, pois é possível ter um painel solar a fornecer energia para o dia-a-dia, e água, que é gratuita em qualquer ASA.

Ao transformarmos uma carrinha, ou comprarmos uma autocaravana, acabamos por fazer um investimento, que não é sem risco obviamente, pois os imprevistos acontecem, mas a realidade é que à partida é quase garantido que seja financeiramente mais vantajoso que pagar uma renda de uma casa.

A mobilidade também é uma das grandes vantagens. Ao viver numa autocaravana é possível por exemplo ao fim de semana pegar na nossa casa, e ir para outro lado qualquer, como por exemplo uma barragem, ou qualquer outro sitio que nos faça sentido.

A independência de termos o nosso espaço, segundo as nossas regras, acaba por ser outra vantagem, face à possibilidade de partilhar casa com outras pessoas.

Outra vantagem de viver numa autocaravana, é o facto de nos ‘obrigar’ a ser muito mais organizados e asseados, bem como ser ecologicamente mais responsáveis e ‘neutros’, pois gastamos muito menos água e eletricidade do que numa casa normal. 

Este minimalismo que este estilo de vida nos oferece, é outras das grandes vantagens de vivermos numa autocaravana, pelo menos para nós. O facto de vivermos num espaço pequeno, com menos coisas, acaba por resultar numa maior tranquilidade.

DesVantagens

A maior desvantagem em viver numa autocaravana, é o facto de vivermos num veiculo, e estarmos condicionados por qualquer problema que possa acontecer com ele. No nosso caso tivemos alguns problemas no primeiro ano. Por exemplo na segunda semana que íamos para o local onde o Miguel estuda, o kit de embraiagem da carrinha estragou-se, o que fez com que durante um mês ele tivesse de estar numa oficina, a 5 km da faculdade, à espera de peças e de disponibilidade do mecânico para a arranjar. Isto obviamente trouxe alguns problemas de logística, mas nada que não se resolve-se.

Ainda sobre o facto de vivermos num veiculo, é importante referir que ter como única habitação uma autocaravana, é bastante diferente de ter também uma casa ”imóvel”, isto porque na primeira opção estamos demasiado dependentes de possíveis problemas que possam acontecer.

Imaginemos que nos roubam a autocaravana, ou esta tem um problema mecânico/estrutural grave, se não tivermos outra habitação a situação pode ficar um pouco complicada, pelo que aconselhamos a quem equacionar ter este estilo de vida a ter um plano B.

A segurança é outra das desvantagens de viver numa autocaravana, pois é bastante mais fácil assaltar uma autocaravana do que uma casa. No nosso caso, a realidade é que nunca nos sentimos inseguros, mas isto deve-se em parte ao local onde a carrinha está. Viver em certas zonas de Lisboa numa autocaravana por exemplo pode ser algo arriscado, normalmente quanto maior a cidade, pior…

Nós não temos nada de grande valor na carrinha, o que fazemos para minimizar o risco é andarmos com o computador, pelo que não deixamos mesmo nada de valor lá dentro, a não ser o frigorifico ou o fogão, mas é pouco provável que os consigam tirar.

Dicas

Uma das questões que se levantam quando se vive numa autocaravana é a questão da casa-de-banho, especialmente a parte dos banhos. Uma das maneiras de resolver este ‘problema’ e tomar um banho normal como em casa, é simplesmente inscreverem-se num ginásio.

No nosso caso podemos tomar banho de água quente na carrinha, embora não seja igual a tomar em casa, mas a verdade é que como o Miguel frequenta o ginásio, é raríssimo tomar banho na carrinha. Não tomar banho regularmente na carrinha é vantajoso, sobretudo a dois níveis, em primeiro lugar poupa a casa de banho. Tomar banho todos os dias é desgastante para a zona envolvente por causa da humidade dos banhos. Em segundo lugar aumenta muito o tempo de duração do depósito de água, o que faz com que tenhamos de nos movimentar menos vezes.

Se viverem sozinhos, um depósito de 100 litros deve durar aproximadamente 7 dias (4 dias para duas pessoas), pelo que é vantajoso, estar perto de uma ASA. No nosso caso, temos uma ASA perto, o que facilita muito a vida, pois é bastante rápido fazer os serviços normais de uma autocaravana. 

Ter um painel solar é obrigatório para quem quiser viver numa autocaravana, pois sem ele, se estiverem parados não é possível carregar as baterias.

Outra coisa que consideramos fundamental, é ter uma casa-de-banho e uma cozinha funcional. Quando se toma a decisão de viver numa autocaravana/carrinha transformada, convém perceber que se vai acabar por se passar bastante tempo na carrinha, e como o tempo a comodidade passa a ser um factor muito importante. Poder utilizar a casa-de-banho e a cozinha de uma maneira semelhante a uma casa, torna a experiência bastante melhor.

Algo que também ajuda muito, é ter outro meio de transporte, como por exemplo uma bicicleta, pois permite deslocarem-se com muito mais facilidade e por exemplo irem às compras ao supermercado mais rapidamente …

A nível de internet, uma solução é ter um router internet móvel, agregado a um pacote de casa (ou não), e assim ter internet em qualquer lugar que gaja cobertura. No nosso caso apenas pagamos 10 €, com tráfego ilimitado. Para além deste pacote, é possível apenas ter o router, com um cartão de uma operadora e pagar mensalmente consoante a utilização, ou  por um número de dias.

É legal? Há mais pessoas a fazê-lo?

A nível de legislação, não existe nenhuma lei que proíba as pessoas de viverem dentro de uma autocaravana e apenas temos de nos preocupar um uma regra, que é o facto de um veiculo não poder estar estacionado na via pública, mais que 30 dias seguidos no mesmo local.  

No nosso caso, estamos praticamente sempre na mesma zona, embora mexamos a carrinha dez vez em quando para não estar sempre no mesmo sítio.

Neste aspeto convém ter bom senso para evitar problemas, e escolher um local sem grande escassez de lugares, para não entrar em conflito com outras pessoas.

Esta prática de viver numa autocaravana, embora não seja muito comum, há cada vez mais pessoas a fazê-lo, umas por opção, outras por necessidade. Ao longo destes 2 anos, já conhecemos algumas pessoas que tinham este modo de vida.

As primeiras pessoas que conhecemos, foram uns senhores que vendiam castanhas, e que durante os 6 meses do ano em que estavam em atividade, viviam numa carrinha transformada ao pé da cidade. Já conhecemos também outro casal, que faz o mesmo que nós, mas numa autocaravana convencional, e por fim, conhecemos 4 pessoas, que recorreram a esta solução por simplesmente não terem outra opção para dormir.

Quisemos com este artigo, ajudar a esclarecer algumas das dúvidas que vêm à cabeça, quendo se pensa na possibilidade de viver numa autocaravana. No nosso caso, sentimos mesmo que foi a melhor opção e que fez todo o sentido tomarmos esta decisão nesta altura das nossas vidas.

Se mais alguém quiser partilhar a sua experiência, deixe um comentário, certamente será útil !

Ajuda-nos a viajar mais 🙂

Queres ajudar a manter o site no ar e a contribuir para a nossa paixão de viajar? Utiliza um dos links abaixo para fazeres as tuas reservas. Para ti não tem qualquer custo e nós recebemos uma pequena comissão. Muito obrigado.

  • Reserva de alojamento através da Booking —-> Clica aqui !
  • Reservas através do Airbnb (30€ de desconto – novos utilizadores) —-> Clica aqui !
  • Compra os bilhetes para os monumentos e experiências através do Get Your Guide —> Clica Aqui !

se tiveres alguma dúvida, ou quiseres colocar alguma questão, é só deixar aqui um comentário ou enviar-nos um e-mail para worldonmyway@worldonmyway.com



4 thoughts on “Viver numa autocaravana/van ? Prós e Contras”

  • Acabei de encontrar o vosso blog, já adicionei o instagram e penso que irei passar aqui muito tempo a ler-vos. Parabéns pelo vosso percurso!
    Tive uma experiência numa autocaravana este verão e apaixonei-me completamente. Se já achava que gostava, fiquei totalmente rendida. Quero comprar uma e aproveitá-la ao máximo. Beijinhos e obrigada pelas partilhas!

  • Olá , sou um dos vossos seguidores já desde o inicio da vossa viagem pela europa de autocaravana o que me fez a adquirir uma um pouco semelhante.
    Começei a remodelar o interior e com isso descobri mil e um problemas … desde aguas , gás , energia solar , madeiras podres , muita coisa mesmo … o que me fez a “estudar” e a fazer eu mesmo toda a remodelação interior …
    Entretanto comecei a ficar a viver nela, começou a ser a minha casa ambulante… fds parada ao lado do trabalho , no meio do campo … aos fins de semana quando consigo vou dar um passeio …
    Tenho a facilidade de poder fazer as descargas no trabalho, tanto da cassete como das aguas , tenho luz apenas para ter o frigo a 220v o resto consegui ter a autocaravana toda a 12v e gás ( fogão e boiler).
    Todos os campos que referiram estão correctos tambem para mim, o que me incomoda é mesmo a segurança de resto vivo perfeitamente bem nestes 8 metros quadrados ( se chegar 😀 ) , tenho um quintal enorme para usufruir e claro uma vida diferente daquela monotona que todos nos vivemos normalmente.
    Só para referir , esta opção foi unicamente por opção… ok um pouco tambem porque sozinho não consigo uma casa no Algarve, mas tendo casa de familiadres com um quarto so para mim de 16m2 … preferi viver na autocaravana … so quem viveu ou usufrui da autocaravana/van sabe o que estou a dizer … é unico e cheio de vantagens.
    Só me falta uns trocos para poder fazer algo semelhante ao que voçes fizeram, uma volta pela europa com experiencias unicas.

    Grande abraço para voçes e boas viagens 😉

    • Olá Rui, muito obrigado por estares desse lado !
      É isso mesmo que sentimos, ”único e cheio de vantagens”. Apesar dos possíveis problemas que podem acontecer, com calma eles vão se resolvendo.
      Esperamos que essa viagem aconteça brevemente :p
      Tudo de bom para ti e se nos cruzar-mos, apita !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *