Ouarzazate, Hait Ben Adou e Estúdios Atlas – Hollywood do deserto

Hait Ben Haddou, Marrocos

Ouarzazate

Ouarzazate é uma cidade que se situa no sul de Marrocos. Visitámos em Abril na época da Páscoa e o tempo estava agradável, cerca de 23 graus de temperatura. 

Chegámos aqui vindos dos lados de Marraquexe, mais concretamente das cascatas de Ouzoud, após termos atravessado uma estrada com imensos quilómetros na coordilheira do alto Atlas. A maioria da estrada era alcatrão, mas fizemos alguns kms onde não passávamos dos 20km/h, era terra batida, cheia de buracos e com gravilha. 

Quem tiver intenções de a fazer, aconselhamos que a iniciem até ao 12h, pois ainda são algumas horas e fazer durante a noite foi um bocado desconfortável, porque se acontecesse algo era mais difícil de alguém nos ajudar. Contam-se pelos dedos os carros que se cruzaram connosco, eram na maioria carrinhas de transportes de passageiros (eles usam muito as Mercedes antigas, todas pintadas com cores fortes) e dois jipes. Na estrada chegámos aos 2300m de altitude e passávamos constantemente por aldeias cheias de crianças, a rirem-se e a meterem-se connosco, diziam “Bonjour” no meio da estrada a olhar para nós e acenavam.

Onde dormir?

Demos uma vista de olhos na Booking (sabe aqui como ganhar 15€ numa reserva) e na Airbnb (Obtém um desconto de 30€) e achámos os preços mais elevados do que em outras regiões. Decidimos então aproveitar o dia, iniciando-o na famosa vila de Ait Ben Hadou, passámos pelos Estúdios Atlas, démos um passeio na medina de Ouarzazate e dormimos, numa aldeia a 40km chamada Skoura, num parque de campismo.

O parque de campismo chama-se “Camping Skoura, P32″, custou-nos 5€, duas pessoas, a tenda e o carro. O parque tinha uma casa de banho razoável, um chuveiro, que só dava para uma pessoa de cada vez; umas tendas e o género de um pequeno hótel, edificado com aquela lama avermelhada e palha; uma boa piscina, com uma área de lazer muito confortável. A zona das autocaravanas é a mesma que a das tendas e o terreno são pedras pequeninas.

As coordenadas GPS são: 

N 31°3’1.44” W -6°34’35.94”
31.050400,-6.576650 

Ouarzazte é conhecida como a cidade “entrada para o deserto”, devido a ser a grande cidade mais próxima do Saara. Foi aqui que vimos camelos pela primeira vez na viagem. A cidade também foi cena para imensos filmes, sendo que até fizeram estúdios e há um museu do cinema. 

A medina é muito pequena, mas gira. Também se pode observar um enorme Kasbah (antiga casa fortificada). Estávamos a passear pelas ruas, quando passamos debaixo de um túnel com muitas peças artesanais de um lado e outro e do lado esquerdo há um café que parecia deserto, aparece um senhor que nos pergunta se queremos ir ver o terraço para almoçar, perguntámos o preço da tagine (comida típica) e ele disse que eram 10€, mas dava para os dois, subimos as escadas até lá em cima e era um sítio muito porreiro com vista para a cidade. A comida estava deliciosa.

Por vezes em Marrocos acontecem estas situações, quando confiarmos nas pessoas podemos ser surpreendidos pela positiva. Caso subíssemos e não fosse do nosso agrado teríamos ido embora, ninguém é obrigado a fazer nada e não devemos ceder ás pressões que eles (marroquinos) nos fazem (apesar de não ser por maldade, são apenas pessoas sem muitas possibilidades e aproveitam qualquer ocasião para tentar ganhar mais algum dinheiro)

Hait Ben Haddou, Marrocos
Hait Ben Haddou, Marrocos

Hait Ben Haddou

Hait Ben Haddou faz parte do património mundial da UNESCO. É uma cidade fortificada ou alcácer, que se situa a 30km de Ouarzazate, na antiga rota de caravanas entre o Saara e Marraquexe. A cidade é constituída por um grupo de várias pequenas fortalezas (kasbahs), chegando cada uma aos 10m de altitude. A maioria dos habitantes da aldeia moram agora numa vila mais moderna do outro lado do rio, menos de 10 famílias vivem ainda no Alcácer. 

Esta cidade já foi palco de gravação de alguns filmes, como Lawrence da Arábia, A múmia, Gladiador, Alexandre, Príncipe da Pérsia e até a mais recente série The Game of Thrones.

Como consequência deste mediatismo, este foi dos sítios mais turísticos que visitámos em Marrocos. São imensos os turistas, grupos com mais de 20 pessoas e os autocarros que ali passam todos os dias. Adorámos este local, mas sinceramente achamos que perdeu um pouco a sua autenticidade, pois quase não se vêem locais. No entanto, Hait Ben Haddou é mesmo muito bonito e único e achamos que vale a pena a visita.

Estúdios Atlas

Ouarzazte e a região à sua volta é dos locais de Marrocos mais utilizados como cenário por realizadores de cinema de todo o mundo. Os Estúdios Atlas é um desses  sítios, abriu em 1983 e são o maior estudio de cinema do mundo, em área. Há uma zona que é possível visitar, mas alguns cenários estão espalhados pelo deserto. 

Aqui foram gravados diversos filmes de Hollywood, damos alguns exemplos: Ali Baba e os 40 ladrões, Lawrence da Arábia, A Jóia do Nilo, O Legionário, Cleópatra, Astérix e Obelix, As montanhas têm olhos, Babel, Príncipe da Pérsia, entre outros..

Pagámos para entrar 80Dh, que são mais ou menos 8€. Este era um sítio que queríamos muito visitar, porque nunca tínhamos visitado nada igual. Os cenários são muito engraçados, podemos observar pequenas cidades; colunas, múmias e esfinges egípcias; e um ambiente muito artístico, colorido e com muitas pinturas.

Estúdios Atlas, Marrocos
Estúdios Atlas, Marrocos

Esperemos que o artigo seja útil a quem está a pensar fazer uma viagema até Marrocos. Consideramos que esta região vale muito a pena visitar, pois é diferente de tudo o que vimos em Marrocos. Caso precisem de alguma ajuda ou tenham alguma dúvida, deixem nos comentários.

 

Obrigada por nos acompanharem, 

Rita & Miguel

Ajuda-nos a viajar mais 🙂

Queres ajudar a manter o site no ar e a contribuir para a nossa paixão de viajar? Utiliza um dos links abaixo para fazeres as tuas reservas. Para ti não tem qualquer custo e nós recebemos uma pequena comissão. Muito obrigado.

  • Reserva de alojamento através da Booking —-> Clica aqui !
  • Reservas através do Airbnb (30€ de desconto – novos utilizadores) —-> Clica aqui !
  • Compra os bilhetes para os monumentos e experiências através do Get Your Guide —> Clica Aqui !

Outros Artigos

se tiveres alguma dúvida, ou quiseres colocar alguma questão, é só deixar aqui um comentário ou enviar-nos um e-mail para worldonmyway@worldonmyway.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *