Novembro 3, 2017

Holanda

Túlipa Holanda
  • Capital: Amesterdão
  • Área Territorial: 41 528 Km2
  • População: 17 100 475 Habitantes
  • Língua oficial: Neerlandês
  • Moeda: Euro
  • Fuso-Horário: UTC +1 (Verão UTC +2)

A Holanda foi um dos países que estivemos mais tempo, é um país pequeno, mas com muitas pessoas, 13 milhões de habitantes, o que faz com que a densidade populacional seja elevada e faz com sejam raras as zonas onde há muito espaço sem casas.

Estivemos 20 dias na Holanda, sobretudo a sul de Amesterdão, visitámos parques nacionais, vilas e cidades.. o que nos faz ter uma ideia clara sobre o país.

Uma coisa que se vê em todo o lado é água, há canais por toda a parte, em zonas rurais, urbanas.. a água faz parte da vida dos holandeses, muito por culpa do país ser abaixo do nível da água do mar e durante séculos os holandeses tiveram de construir diques para controlar a agua e conquistar terreno ao mar.

Entrámos na Holanda pelo Sul, via Alemanha e visitámos algumas pequenas cidades como Arnhem, Honderloo e Tiel, depois fomos para o Biesbosch National Park, um parque perto de Roterdão.

De seguida fizemos Roterdão, Kinderdjik, Haia Keukenhof e Amesterdão. Por último passámos por Afsluitdijk, um dique de 30km no norte de Amesterdão.

A segunda coisa que nos salta logo à vista é a quantidade de bicicletas.

Em todo o lado há alguém a andar de bicicleta, desde crianças a pessoas mais velhas, homens e mulheres, existem muitas ciclovias, estradas para bicicletas e estradas partilhadas.

A bicicleta é sem dúvida o meio de transporte principal e as cidades estão organizadas nesse sentido. Vimos todo o tipo de bicicletas, vimos pais a levarem 1, 2 e até 3 filhos, e  até uma rapariga em Kinderdjik a passear o seu pónei… de bicicleta.

A capital da Holanda, Amesterdão, foi a capital onde tivemos mais tempo, o que deu para conhecer a cidade muito bem, embora já lá tivéssemos ido à 3 anos. A cidade estava cheia de turistas e quando o sol brilhava os canais enchiam-se de pessoas. Embora não tenha muitos monumentos, como outras cidades europeias, a cidade em si é das mais bonitas que já vimos, os canais dão à cidade um encanto muito especial e juntamente com prédios e ruas muito características.

Há muitos barcos e casas na água, nos canais. Como na restante Holanda, o principal meio de transporte é a bicicleta, o que, com o elevado número de pessoas, torne a cidade um aparente”caos” em algumas zonas, mas não vimos um único acidente.

Para auto caravanas existem muitos parques de campismo, mas sítios gratuitos não há. Não se pode dormir na rua dentro das auto caravanas na Holanda e por duas vezes, tivemos que mudar de sítio, porque fomos abordados pela polícia. Os parquímetros nas cidades são dos mais caros que vimos, em Amesterdão por exemplo são 4€/h. A agua arranja-se em muitos sítios sem problemas. 

Andámos em muitas autoestradas sem pagar, as estradas são boas e há ciclovias na maioria, as ciclovias tem sinais de trânsito como os automóveis. Sentimos-nos sempre seguros e o custo de vida é acessível, embora sendo mais caro que Portugal, não é exorbitante. Não havia quase lixo nas ruas e estradas.

Algumas fotos da nossa passagem pela Holanda

Artigo sobre a Holanda

Onde ver os moinhos e as flores na Holanda

''Os moinhos e as flores são das principais atracções da Holanda, e neste artigo vamos dizer a onde é que são os melhores sítios para visitar estas duas imagens de marca da Holanda...''

se tiveres alguma dúvida, ou quiseres colocar alguma questão, é só deixar aqui um comentário ou enviar-nos um e-mail para worldonmyway@worldonmyway.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *